JANGA NEWS – ED 29 – 2024 (19/7)

Janga na mídia

Você viu o atleta Gabriel Simões, nosso Dom, ser destaque na seção sobre os Jogos Olímpicos do Bom Dia Rio Grande, na RBS TV? Foi na última quinta-feira (18).

Confira aqui!

 

Vagas para o Jangadinha

Vai ter Jangadinha de Inverno na Escola de Vela Barra Limpa! E a previsão é de “veranico”, com sol e temperaturas amenas. São duas semanas de atividades para a garotada entre 5 e 14 anos, a partir de segunda-feira (22). Tem opções para participar 3, 5 ou 10 dias, com desconto especial de 15% para quem quiser fazer a inscrição de duas semanas!

Confira!

 

Convites esgotados para a Noite dos Chefs 

Foram vendidos todos os ingressos para a 2ª Noite dos Chefs, que é nesta sexta-feira (19), às 20h30min, no restaurante da Ilha. Estarão no comando da cozinha os chefs Caco More, Flavio Pereira, Ilhescas, Jodan, Marcio Hiltl e Silvio Perez. 

E para dar água na boca, eles planejaram um cardápio especial com creme cabotiá, mix de vegetais, arroz de bacalhau, ragu de costela e sobremesa. 

Todo o lucro com o evento será revertido para o restaurante da Ilha, que precisou ficar 40 dias fechado em razão da enchente que atingiu Porto Alegre e a sede do clube.

 

 

Sul-brasileiro da Classe Snipe tem inscrições abertas; competição será no Janga

O Clube dos Jangadeiros sedia, em setembro, o 53º Campeonato Sul-Brasileiro da classe Snipe. As regatas acontecem de 6 a 8 de setembro na baía da Tristeza/Pedra Redonda. Será a primeira competição oficial no Clube após as enchentes de maio, que causaram danos na Ilha e impediram a prática do esporte ao longo de semanas,

O evento é aberto a todos os barcos da classe Snipe com selo 2024 e velejadores (proeiro e timoneiro) em dia com a SCIRA para o ano 2024. As inscrições estão abertas e podem ser efetuadas neste link.  Até 31 de julho, o valor é de R$ 300 por barco e, a partir de 1º de agosto, R$ 400 por barco.

O patrocínio é da Quantum Sails. Mais informações na secretaria esportiva do clube pelo e-mail esportiva@jangadeiros.com.br ou telefone/Whatsapp (51) 3094-5755, com Cláudia Grilho ou Rodrigo Aquino.

Sofia Cerqueira se destaca em Porto Rico

A velejadora Sofia Zambelli Cerqueira ficou em 45º lugar no geral de 180 barcos que participaram do Campeonato Norte-Americano de Optimist, realizado em San Juan, Porto Rico. A competição começou no dia 13 e se encerra oficialmente neste sábado, 19 de julho.

A atleta viajou com o Time Brasil. “Foi um campeonato ótimo, uma super experiência”, conta a atleta, que completou 13 anos durante a competição, na quinta-feira (18). Sofia classificou na flotilha Ouro, que era uma das metas que ela tinha para este campeonato. “Foi muito positivo, pois foi muito desafiador, visto que são 180 barcos”, comemora. Participaram da equipe brasileira 20 integrantes, sendo 6 meninas e 14 meninos.

Sofia veleja desde os 7 anos, quando iniciou na Escola de Vela Barra Limpa. Este já é o segundo Campeonato Norte-Americano que ela participa: em 2023 participou da disputa em Antígua e Barbuda.
Para se classificar para o Campeonato, a atleta participou do Brasileiro de OP, em Jurerê (SC), onde ficou em terceiro lugar na categoria feminino infantil, e da Seletiva de Optimist, em Salvador, onde ficou em segundo lugar na categoria feminino infantil.

Nova geração do ILCA7 se reúne em Ilhabela para treinar

Morando no litoral paulista, Robert Scheidt, bicampeão olímpico e 15 vezes campeão mundial de iatismo, aceitou o desafio de realizar uma clínica com a nova geração da Classe ILCA 7.  Do Jangadeiros, estiveram presentes o velejador Kiko Dal Ri e o técnico Lucas Mazim, o Sorriso. 

“Agradecemos essa oportunidade em nome do Clube dos Jangadeiros, e em meu nome, como técnico, pois tudo que o Robert conseguiu repassar para a gente nesses dias, para atletas e técnicos da vela brasileira, é muito importante. Um atleta que já participou de várias Olimpíadas, que conhece muito o mundo da vela, de muita maturidade, nos apresentou não apenas ensinamentos técnicos, mas trouxe boas questões sobre ter gratidão, humildade e, com certeza, um espírito guerreiro, de vencedor, e não desistir dos sonhos”, contou Sorriso.

Os treinamentos físicos, técnicos e táticos da nova geração de técnicos e atletas aconteceram entre 15 e 18 de julho, todos sediados e apoiados pela BL3 na Pousada Armação dos Ventos, em Ilhabela, e com apoio institucional da CBVela, FEVESP e BrasILCA.

 

JANGA NEWS – ED 26 – 2024 (28/6)

Vídeo: veja imagens do Janga durante a enchente e o início da recuperação

 

 

Conselho Deliberativo aprova por unanimidade chamada extra para recuperação do Clube

O Conselho Deliberativo aprovou por unanimidade, na noite da última segunda-feira (24), a cobrança de chamada extra dos associados para recuperação do Clube. A solicitação foi encaminhada pela Comodoria a partir da constatação de que a situação financeira do Clube ficaria insustentável diante das necessidades de investimentos após os estragos causados pela maior tragédia climática da história do Rio Grande do Sul. 

Nos cerca de 40 dias em que a ilha ficou submersa, houve danos importantes no sistema elétrico, em equipamentos das áreas administrativa e na estrutura do porto e trapiches. Apesar de os funcionários do Clube já estarem trabalhando incansavelmente e terem garantido a retomada de algumas áreas, o pleno funcionamento da ilha e dos espaços no continente precisam de investimentos. Os danos com estragos e perda de receitas foram estimados em quase R$ 1 milhão.

“A Comodoria fez um estudo amplo, detalhado e transparente das necessidades do Clube para que ele volte a ser o que tínhamos, com o mesmo apelo e facilidades que o Jangadeiros sempre ofereceu aos associados, que possuem ou não embarcação. Chegou a hora de darmos para o Jangadeiros um pouco do que ele deu para nós e continuará dando por muitos anos. Neste momento, o associado entrega suas obrigações mensais e um pouco mais para que o Janga volte a ser o paraíso dentro de Porto Alegre que ele sempre foi”, afirma Manuel Ruttkay Pereira, presidente do Conselho Deliberativo.

A contribuição extraordinária será proporcional ao valor pago mensalmente por cada associado, sendo equivalente a 1,4 do valor do boleto mensal, parcelado em seis vezes. A medida é válida para todos os associados, sendo que os jubilados também são convidados a participarem deste esforço. Para que os associados possam se programar financeiramente, o início está previsto para o mês de agosto. 

Entenda como será o cálculo 

A contribuição extraordinária será equivalente a 1,4 do valor do boleto do mês (considerando mensalidade + serviços mensais). Veja duas simulações:

Exemplo 1: para associado que tem somente mensalidade:

Valor da mensalidade: R$ 662,00 (pagamento até o dia 10)

Valor total da contribuição extraordinária: R$ 926,80

Forma de pagamento: 6 x de R$ 154,46 (acrescido nos boletos de agosto de 2024 a janeiro de 2025)

Exemplo 2: para associado com mensalidade + serviços mensais:

Valor mensal do boleto de junho: R$ 1.000,00

Valor total da contribuição extraordinária: R$ 1.400,00 (1.000 x 1,4)

Forma de pagamento: 6 x de R$ 233,33 (acrescido nos boletos de agosto de 2024 a janeiro de 2025)

 

 

Comodoria receberá os associados no sábado, dia 06/07

No sábado, dia (06/07), a partir das 10h, a Comodoria receberá os associados no Clube em um momento especial para marcar a retomada. Na reunião, será apresentado vídeo com os danos causados pelas cheias do Guaíba e o trabalho de recuperação que está em andamento. Também será uma oportunidade para esclarecer dúvidas sobre a contribuição extraordinária.

 

Janga na mídia

Na quarta (26) e na quinta-feira (27), o Jangadeiros foi destaque em dois veículos na mídia!

No Jornal do Comércio, saiu uma reportagem sobre como o clube vem retomando suas atividades.

Em GZH, Gabriel Simões, o Dom, falou sobre sua participação nos Jogos Olímpicos de Paris 2024, ao lado de Marco Grael, em uma entrevista em que ressaltou a importância da formação na Escola de Vela Barra Limpa.

 

JANGA NEWS – ED 25 – 2024 (21/06)

 

Nicolas Gallicchio representa o Jangadeiros no Campeonato Mundial da Juventude de 2024

Mais um talento do Clube dos Jangadeiros, Nicolas Gallicchio, 16 anos, representará o clube no Campeonato Mundial da Juventude de 2024, competição que será realizada no Lago de Garda, na Itália, a partir de 12 de julho. O anúncio dos velejadores das classes individuais que integrarão a Seleção Brasileira de Vela Jovem (sub-19) foi feito pela Confederação Brasileira de Vela na última quarta-feira (19).

Nicolas, que começou a velejar aos 11 anos de Optimist, entrou no Jangadeiros em novembro de 2021. Iniciou velejando de 29er, categoria na qual permaneceu até novembro do ano passado, quando sua dupla viajou para fazer um intercâmbio. 

“Optei, então, por velejar de IQFoil. Para me preparar, pratiquei windsurf durante todo o mês de dezembro, e assim tive uma base da prancha ao iniciar no IQFoil”, conta Nicolas. Em janeiro desde ano, quando chegaram os novos equipamentos, o atleta começou a velejar com o foil. “No começo foi bem difícil, mas depois comecei a me acostumar”, comemora.

No currículo do atleta estão os seguintes pódios: Campeão Estadual Estreante 2020; terceiro lugar geral na Copa Brasil de Vela 29er 2022; terceiro lugar sub-19 na Semana de Vela do Rio de Janeiro 29er 2023;  campeão masculino da Copa da Juventude 2024 IQFoil; terceiro lugar geral no Campeonato Brasileiro de 29er 2024. 

 

 

 

Gabriel Simões emociona alunos ao contar sobre sua trajetória e expectativas para participar da Olimpíada de Paris 

O velejador do Jangadeiros Gabriel Simões, 21 anos, esteve na Escola de Vela Barra Limpa no domingo (16), quando conversou com alunos sobre sua carreira e a emoção de participar dos Jogos Olímpicos de 2024, que acontecem em julho, na França. Dom, como é chamado, mostrou sensibilidade e humildade ao compartilhar algumas experiências dentro e fora da água.

“Hoje tenho confiança e segurança em falar que vivo um ponto bem alto da minha carreira. E estou muito feliz em estar aqui, sou muito grato a todos que me ajudaram”, disse o atleta. Ele também reforçou sua gratidão ao Jangadeiros. “Muito deste meu momento e o que eu posso passar para vocês é parte de um legado que vem sendo construído dentro deste clube, dentro desta escola”. 

Gabriel lembrou que passou por muitas dificuldades e desafios, mas que superou tudo porque sempre gostou muito do que faz.

“Se há uma mensagem que gostaria de deixar é que vocês se dediquem 100% para as coisas que amam. Se entreguem, não desistam daquilo que vocês gostam, independente de onde isso vai levar vocês”, reforçou. 

As Olimpíadas, segundo o atleta, nunca foram um sonho real. “Mas eu nunca deixei de ir para a água e buscar essa evolução no que escolhi fazer da minha vida. E isso foi me abrindo portas. Tenho certeza de que outras pessoas aqui presentes também terão estas portas abertas se tiverem dedicação”, disse Gabriel, que começou a treinar no Jangadeiros aos 13 anos, na Optimist. 

Dom, que formará dupla com Marco Grael na classe 49er, confirmou a vaga olímpica em abril e vem treinando forte a fim de representar bem o Jangadeiros e o Brasil em Paris.

 

Treinamento da Polícia Rodoviária Federal

O Clube dos Jangadeiros realizou, nesta sexta-feira (21), mais uma edição do Curso Básico de Uso e Navegação de Pequenas Embarcações a Motor, desta vez para uma turma de 10 agentes do Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A iniciativa é uma parceria com o Instituto Cultural Floresta.

O treinamento durou seis horas, com aulas práticas ministradas pelos instrutores Eduardo Bojunga e Tiago Jacobus, que compartilharam orientações sobre preparação para zarpar, acesso a termos básicos, manobras, controle e ajustes do motor, nós, técnicas de condução e abordagem, além de diversas instruções para emergências e situações de risco. 

 

JANGA NEWS – ED 24 – 2024 (14/06)

Gabriel Simões fala de sua trajetória a alunos da Escola antes da viagem a Paris

Foto: Jankovic’s Villatoro

Com vaga assegurada para a Olimpíada de Paris 2024, o velejador do Jangadeiros Gabriel Simões, 21 anos, estará na Escola de Vela Barra Limpa neste domingo (16) para uma conversa com alunos. Dom, como é chamado, falará sobre sua trajetória e seus preparativos às vésperas do começo dos Jogos, no dia 26 de julho. O encontro começará a partir das 10h, no local onde o atleta entrou para o mundo da vela e deu início a sua formação.

“O maior incentivo que eu posso dar é de que eles podem chegar onde quiserem. Eu, há poucos anos, estava ali sentado no chão da escolinha vendo e ouvindo exemplos desse processo todo. As portas vão se abrir pra quem estiver disposto a entrar nelas.”, afirmou o atleta, que fica na Capital até a próxima terça-feira (18), antes de retornar ao Rio.

Dom, que formará dupla com Marco Grael na classe 49er, confirmou a vaga olímpica em abril e vem treinando forte a fim de representar bem o Jangadeiros e o Brasil em Paris. O atleta está contente em voltar ao Estado e acredita que o RS dará a volta por cima.

“Vai ser muito bom voltar pra casa ainda mais nesse momento no qual estamos vivendo. Acho que todos nós do sul estamos precisando muito de força e perseverança para vencermos esse desafio que bateu à nossa porta, portanto fico muito feliz de poder ser mais um exemplo dentro do clube para inspirar essa gurizada”, comentou o velejador.

História no esporte

Gabriel, conhecido como Dom, começou a velejar em 2013 na Escola de Vela Barra Limpa, em um barco da classe optimist — onde, por conta do nome do barco, ganhou o apelido.

Depois, migrou para a classe 29er, na qual ficou três temporadas e conquistou dois títulos brasileiros. O resultado destacado na classe pré-olímpica lhe rendeu o convite para ser proeiro de Marco Grael. A dupla compete junta há mais de um ano.

Iniciativa pioneira no Brasil, criada em 1972, a Barra Limpa já formou centenas de atletas de vela que se destacaram nacional e internacionalmente.

 

Secretaria do Clube reabre nesta segunda-feira

A Secretaria Administrativa do Clube reabre nesta segunda-feira (17), na Sala do Memorial, no continente. Nesta semana, com a volta da energia elétrica à ilha, os trabalhos de recuperação avançaram mais rapidamente. Uma boa novidade é a volta do restaurante da Ilha, que iniciou com Happy Hour, e agora já retomou o serviço de almoço.

Até esta sexta-feira (14), também foram concluídos os reparos das churrasqueiras, a limpeza externa da ponte e dos prédios do continente, além da organização e limpeza dos barcos monotipos na ilha.

Entre as próximas ações, está prevista a reforma dos salões Jangadeiros e Espaço Gourmet, manutenção e limpeza das piscinas e montagem de racks na guarderia wing e windsurf.

Com essas iniciativas, o Clube dos Jangadeiros busca garantir um ambiente mais seguro, organizado e acolhedor para os associados, evoluindo até o retorno pleno depois das enchentes que atingiram o Estado.

 

Retomada dos treinos e das aulas na Escola de Vela Barra Limpa

O Janga Storm – Vela Jovem retomou as atividades nesta sexta (14), e os velejadores da classe optimist retornam no final de semana. Na Escola de Vela Barra Limpa, a volta dos treinos e das aulas para adultos, adolescentes e crianças está prevista para o dia 21, próxima sexta-feira.

A partir desta segunda-feira (17), a Secretaria da Escola de Vela Barra Limpa também volta a funcionar. Este é um passo também fundamental para a retomada das atividades, uma vez que os barcos, velas, mastreações e cabos já estão todos recuperados. 

Ao longo da semana, a equipe da escola e os funcionários do Clube realizaram uma limpeza fina e a desinfecção das instalações internas, móveis e equipamentos. Objetos que não podem mais ser aproveitados foram descartados, e reorganizados todos os equipamentos de vela, ferramentas e peças.

A Escola de Vela também passou por uma série de melhorias, incluindo a seleção e limpeza de ferramentas, velas reservas, equipamentos e peças de manutenção, a lavagem das roupas de neoprene, sanitização dos coletes salva-vidas e a limpeza fina das paredes e pisos internos.

 

Membros da Polícia Civil participam de curso de navegação no Clube

O Clube dos Jangadeiros realizou nesta quinta-feira (13) mais uma edição do Curso Básico de Uso e Navegação de Pequenas Embarcações a Motor para membros da Polícia Civil do RS. A iniciativa é uma parceria com o Instituto Cultural Floresta.

Os instrutores responsáveis foram Eduardo Bojunga e Tiago Jacobus. Ao longo de seis horas de prática presencial, os policiais tiveram orientações sobre preparação para zarpar, acesso a termos básicos, manobras, controle e ajustes do motor, nós, técnicas de condução e abordagem, além de outras instruções para emergências e situações de risco. Novas turmas estão previstas para os próximos dias.

 

Jangadeiros lamenta a morte de Cláudio Aydos

O Clube dos Jangadeiros lamenta profundamente a morte de Cláudio Alberto Franke Aydos, figura histórica da instituição, na última terça-feira (11).

Cláudio Aydos, 96 anos, era o sócio proprietário-ilha número 007 e foi o primeiro sócio benemérito do Jangadeiros. Foi vice-comodoro por cinco gestões e presidente do Conselho Deliberativo por onze vezes.

O seu pai é sócio fundador do Clube e, no dia 17 de dezembro de 1941, Aydos o acompanhou na festa de fundação do Jangadeiros. Desde então, nunca deixou de frequentar o clube. Engenheiro de formação, foi um dos integrantes da comissão de construção da Ilha dos Jangadeiros e responsável por várias obras.

“É difícil dizer, em poucas palavras, tudo que o Cláudio foi na vida do clube e tudo o que ele fez desde muito jovem. O Cláudio se dedicou ao desenvolvimento da vela, no clube, apoiando os jovens que integravam o grupo ‘Filhotes do Jangadeiros’, criado pelo fundador e Patrono do clube, Leopoldo Geyer”, conta a amiga Aimée Soares.

Ele deixa a esposa Lucy Sohni Aydos. Seus três filhos, todos velejadores do clube, são Luiz Alberto, Carlos Alberto (in memoriam) e Jorge Alberto.

Com pesar, expressamos nossos sentimentos aos familiares e a todos que conviveram com Cláudio Aydos.

Jangadeiros lamenta a morte de Cláudio Aydos

O Clube dos Jangadeiros lamenta profundamente a morte de Cláudio Alberto Franke Aydos, figura histórica da instituição.

Cláudio Aydos, 96 anos, era o sócio proprietário-ilha número 007 e foi o primeiro sócio benemérito do Jangadeiros. Foi vice-comodoro por cinco gestões e presidente do Conselho Deliberativo por onze vezes.

O seu pai é sócio fundador do Clube e, no dia 17 de dezembro de 1941, Aydos o acompanhou na festa de fundação do Jangadeiros. Desde então, nunca deixou de frequentar o clube.

Engenheiro de formação, foi um dos integrantes da comissão de construção da Ilha dos Jangadeiros e responsável por várias obras.

“É difícil dizer, em poucas palavras, tudo que o Cláudio foi na vida do clube e tudo o que ele fez desde muito jovem. O Cláudio se dedicou ao desenvolvimento da vela, no clube, apoiando os jovens que integravam o grupo ‘Filhotes do Jangadeiros’, criado pelo fundador e Patrono do clube, Leopoldo Geyer”, conta a amiga Aimée Soares.

Ele deixa a esposa Lucy Sohni Aydos. Seus três filhos, todos velejadores do clube, são Luiz Alberto, Carlos Alberto (in memoriam) e Jorge Alberto.

A cerimônia de despedida será no Memorial Martin Lutero, na Rua Guilherme Schell, 467, Capela D, a partir das 11h desta quarta-feira (12).

Com pesar, expressamos nossos sentimentos aos familiares e a todos que conviveram com Cláudio Aydos.

JANGA NEWS – ED 23 – 2024

Com reparos na ilha e limpeza na Escola de Vela, trabalho de recuperação do Janga avança

Aos poucos e na companhia de um sol que se fez mais insistente ao longo desta semana, muitos se empenharam nos trabalhos para que o Janga retome sua normalidade o mais breve possível. 

E já temos algumas notícias boas! Além de estar restabelecida a energia elétrica no continente e o Bistrô Pimenta Rosa e a Equinautic estarem funcionando, a expectativa é de que, em breve, a Escola de Vela Barra Limpa retome suas atividades. Os materiais de aula já foram todos higienizados, bem como as dependências da escola. 

Com isso, para a próxima semana, a direção da EVBL deve se concentrar nas tarefas administrativas e de organização final para o reencontro com os alunos.

Energia na ilha

Nesta sexta-feira (07), também foi realizado um trabalho de limpeza dos cabos e tubulação embaixo da ponte de acesso à ilha, para o restabelecimento de energia elétrica no local. Depois disso, espera-se a visita da CEEE Equatorial para fazer os devidos testes e confirmar a religação, o que ainda não tinha ocorrido até as 16h desta sexta. 

Em razão disso, o restaurante da ilha, que foi limpo ao longo da semana, ainda não deve oferecer comidas, mas trabalhará com serviço de bebidas já a partir deste sábado (08). 

Aos sócios que desejem ir à ilha para realizar a limpeza e organização de seus barcos, a Comodoria do clube orienta que usem equipamentos de proteção, como luvas e botas.

 

Atendimento da Secretaria 

A mensalidade do mês de junho do Clube pode ser paga até esta segunda-feira (10), com desconto de 5%. Reforçamos aos associados a importância de manterem os pagamentos em dia para que o Clube possa também honrar seus compromissos, especialmente com os funcionários que têm atuado de maneira dedicada nas ações de recuperação da sede.

 

Bote Janga 6 é recuperado no sul do Guaíba

O bote Janga 6, que desapareceu durante a fase de resgates nas enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul, foi encontrado e recuperado pelo Clube dos Jangadeiros. A embarcação estava na margem leste do Guaíba junto a maricás numa localidade chamada Varzinha, ao sul de Itapuã. Estava intacta, com o motor em perfeito estado.

Rodrigo, um pescador da região, localizou o bote e entrou em contato com Fernando Magalhães, diretor de vela Cruzeiro do Clube dos Jangadeiros. Após a confirmação da localização, o Vice-Comodoro Administrativo Henrique Milano Bergallo e o Diretor Jurídico Marcelo Apoja, junto de dois funcionários do clube, foram até o local e realizaram a operação de recuperação.

O desaparecimento do Janga 6 ocorreu na primeira semana de maio, enquanto era utilizado por funcionários e voluntários do clube nos esforços de resgate e salvamento durante as enchentes. A recuperação do bote traz alívio para a comunidade do Clube dos Jangadeiros e reforça a importância da solidariedade e da cooperação em tempos difíceis.

Por isso, o Janga faz um agradecimento especial ao Rodrigo e a todos os envolvidos na recuperação do nosso patrimônio.

 

Melissa Paradeda conquista o vice-campeonato brasileiro da classe 420

A velejadora Melissa Paradeda, do Clube dos Jangadeiros, sagrou-se vice-campeã no Campeonato Brasileiro de 420, em Búzios, no Rio de Janeiro. Ela compete ao lado de Antonia Gick, do Veleiros do Sul.

A dupla ficou em sétimo lugar geral e segundo no feminino. Elas terminaram apenas quatro pontos atrás da dupla fluminense formada por Joana Freitas e Victoria Back, que conquistou o título e a vaga no Mundial da Juventude.

O Brasileiro de 420 foi disputado entre os dias 28 de maio e 1° de junho, com 16 duplas e 10 regatas.

 

 

Resultados do Jangadeiros na XXVII Taça Alberto Lineburger de Snipe

Três velejadores do Clube dos Jangadeiros subiram no pódio geral da XXVII Taça Alberto Lineburger de Snipe, disputada entre quinta-feira (30) e sábado (1) na Lagoa dos Esteves, Içara, em Santa Catarina.

Manoela Azevedo, proeira com José Irineu (ICSC), ficou em segundo lugar geral e primeiro na categoria mista. A dupla ficou em sétimo na última regata, disputada no sábado.

 

 

 

 

 

 

A dupla do Janga formada por Lucas Mazim e Luciana Figueiredo ficou em terceiro.

A outra velejadora do Janga na competição foi Marina Kist, sexto lugar ao lado de Adriano Santos (VDS).

Confira todos os resultados neste link.

 

 

 

Bote Janga 6 é recuperado no sul do Guaíba

O bote Janga 6, que desapareceu durante a fase de resgates nas enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul, foi encontrado e recuperado pelo Clube dos Jangadeiros. A embarcação estava na margem leste do Guaíba junto a maricás numa localidade chamada Varzinha, ao sul de Itapuã. O bote foi encontrado intacto, com o motor em perfeito estado.

Rodrigo, um pescador da região, localizou o bote e entrou em contato com Fernando Magalhães, diretor de vela Cruzeiro do Clube dos Jangadeiros. Após a confirmação da localização, o Vice-Comodoro Administrativo Henrique Milano Bergallo e o Diretor Jurídico Marcelo Apoja, junto com dois funcionários do clube, foram até o local e realizaram a operação de recuperação.

O desaparecimento do Janga 6 ocorreu na primeira semana de maio, enquanto era utilizado por funcionários e voluntários do clube nos esforços de resgate e salvamento durante as enchentes. A recuperação do bote traz alívio para a comunidade do Clube dos Jangadeiros e reforça a importância da solidariedade e cooperação em tempos difíceis.

Por isso, o Janga faz um agradecimento especial ao Rodrigo e a todos os envolvidos na recuperação do nosso patrimônio.

Melissa Paradeda é vice-campeã brasileira de 420

A velejadora Melissa Paradeda, do Clube dos Jangadeiros, sagrou-se vice-campeã no Campeonato Brasileiro de 420, em Búzios, no Rio de Janeiro. Ela compete ao lado de Antonia Gick, do Veleiros do Sul.

A dupla ficou em sétimo lugar geral e segundo no feminino. Elas terminaram apenas quatro pontos atrás da dupla fluminense formada por Joana Freitas e Victoria Back, que conquistou o título e a vaga no Mundial da Juventude.

O Brasileiro de 420 foi disputado entre os dias 28 de maio e 1° de junho, com 16 duplas e 10 regatas.

Resultados da XXVII Taça Alberto Lineburger de Snipe

Três velejadores do Clube dos Jangadeiros subiram no pódio geral da XXVII Taça Alberto Lineburger de Snipe, disputada entre quinta-feira (30) e sábado (1) na Lagoa dos Esteves, Içara, em Santa Catarina.

Manoela Azevedo, proeira com José Irineu (ICSC), ficou em segundo lugar geral e primeiro na categoria mista. A dupla ficou em sétimo na última regata, disputada no sábado.

A dupla do Janga formada por Lucas Mazim e Luciana Figueiredo ficou em terceiro.

A outra velejadora do Janga na competição foi Marina Kist, sexto lugar ao lado de Adriano Santos (VDS).

Resultados parciais na XXVII Taça Alberto Lineburger de Snipe

A velejadora e técnica da Flotilha do Jangadeiros Manoela Azevedo é a proeira da dupla que está em primeiro lugar na XXVII Taça Alberto Lineburger de Snipe, disputada em Içara, na Lagoa dos Esteves, em Santa Catarina. O timoneiro é José Irineu, do ICSC.

A dupla do Janga formada por Lucas Mazim e Luciana Figueiredo está em terceiro lugar.

A outra representante do Janga é Marina Kist, em sétimo lugar na dupla com Adriano Santos, do Veleiros.

Até agora, já foram realizadas seis regatas. A competição termina no sábado, com mais duas regatas projetadas para finalizar o programa.

Confira os resultados até o momento.