Arquivo para Tag: 29er

Aviso de regata – Campeonato Sul-Brasileiro de 29er

O Campeonato Sul-Brasileiro de 29er, inicialmente marcado para ocorrer entre os dias 25 e 28 de abril, será entre os dias 27 e 28 de abril de 2024. Confira o aviso de regata atualizado.

ALT.1 AR - 3º SUL BRASILEIRO DA CLASSE 29ER - CDJ

Confira os resultados deste final de semana nas regatas da FEVERS

O Clube dos Jangadeiros recebeu entre sábado (6) e domingo (7) quatro regatas da temporada da FEVERS nas classes ILCA 4, ILCA 6, ILCA 7, 29er e 420.

Na 29er, Lucas Geyer e Lucas Althaus venceram todas as regatas. Na 420, Melissa Paradeda e Antonia Gick venceram as duas regatas do sábado e uma no domingo, fechando o fim de semana em primeiro.

Na classe ILCA 6, Francisco Dal Ri venceu três regatas, encerrando em primeiro.

O fim de semana também teve regatas da classe optimist – quatro de veteranos e uma de estreantes – no Veleiros do Sul. Francisco Rosito terminou os dois dias em terceiro lugar geral, o primeiro na categoria infantil masculino.

Confira todos os resultados neste link.

Resultados das regatas monotipos deste sábado (6)

O Clube dos Jangadeiros recebeu duas regatas de monotipos neste sábado (6) pela temporada da FEVERS nas classes ILCA 4, ILCA 6, ILCA 7, 420 e 29er.

A dupla Lucas Rech Geyer e Lucas Althaus venceu ambas na classe 29er.

Melissa Paradeda e Antonia Gick formaram a única dupla de 420 na água.

Na ILCA 6, Francisco Dal Ri venceu as duas regatas, fechando o dia em primeiro lugar.

A programação de regatas segue neste domingo, a partir das 14h.

Confira todos os resultados do dia neste link.

Jangadeiros participa do Brasileiro de 29er no RJ

Duas duplas do Clube dos Jangadeiros participaram do Campeonato Brasileiro de Classe 29er entre os dias 25 e 30 de março, no ICRJ, no Rio de Janeiro.

Lucas Rech Geyer e Lucas Althaus ficaram em terceiro lugar no open e no geral.

Lorenzo Balestrin e Pedro Breternitz ficaram em oitavo no open e 10° lugar geral.

O título ficou com Guilherme e Fernando Menezes, do ICSC.

O Jangadeiros tem o apoio do Comitê Brasileiro de Clubes.

Confira os resultados de sábado nas regatas da FEVERS

O sábado (9) foi de competição nas águas do Guaíba. O Clube dos Jangadeiros recebeu quatro regatas dos estreantes na classe optimist, e o primeiro lugar ficou com Laura Toniolo, do Veleiros do Sul. Marina Rosito, do Jangadeiros, ficou em terceiro.

Resultados do Janga no optimist:
Marina Rosito – 3° geral, 1° mirim feminino
Rafael Bortolon de Oliveira – 4° geral, 2° mirim
Lorenzo Romano – 6° geral, 4° mirim
Lucas Ulzefer – 8° geral, 5° mirim
Greta Dal Ben Raya – 9° geral, 2° mirim feminino
Giuseppe Ceccon – 11° geral, 7° mirim
Martim Cruz Gomes – 14° geral, 1° infantil

Confira os resultados na íntegra

O Veleiros do Sul também sediou regatas das classes 29er, 420, ILCA 4, ILCA 6, ILCA 7 e Snipe.

Lucas Rech Geyer e Ian Paim venceram a regata 29er. Na classe 420, Melissa Paradeda e Antonia Gick venceram. Na ILCA 6, Pedro Rosa foi o primeiro. Na snipe, Roberto Paradeda fez parte da dupla vencedora.

Confira os resultados na íntegra

 

Confira os resultados do Jangadeiros na 30ª Copa da Juventude de Vela

Encerrou-se neste final de semana a 30ª Copa da Juventude de Vela, realizada em Brasília.

A dupla do Clube dos Jangadeiros formada por Lucas Rech Geyer e Lucas Seelig Althaus ficou em segundo lugar sub-19 e geral na classe 29er.

No IQFoil, Nicolas Gallicchio ficou em primeiro lugar no sub-19 masculino e em segundo no geral.

Na classe ILCA 6, o melhor resultado do Janga foi com Francisco Dal Ri, que terminou a competição em nono lugar no sub-19 masculino e 11° no geral. Marina Kist foi vice-campeã no sub-21 feminino, com o 43° lugar geral.

Resultados do Jangadeiros na Copa da Juventude:

29er
2° Lucas Rech Geyer e Lucas Seelig Althaus (2° no sub-19 masculino)

IQFoil
2° Nicolas Gallicchio (1° no sub-19 masculino)

ILCA 6
11° Francisco Dal Ri (9° no sub-19 masculino)
13° Pedro Poyastro Rosa (11° no sub-19 masculino)
22° Leonardo Bottini Anzolch (3° no sub-16 masculino)
41° Gabriel Szabo (24° no sub-19 masculino)
43° Marina Kist (2° no sub-21 feminino)
44° Gustavo Lamego Coronel (26° no sub-19 masculino)
49° Marco Antônio Twardowski Raymundo (29° no sub-19 masculino)

Janga participa da 30ª Copa da Juventude em Brasília

O Clube dos Jangadeiros tem 11 atletas na disputa da 30ª Copa da Juventude de Vela, que ocorre entre os dias 29 de janeiro e 4 de fevereiro no Iate Clube de Brasília, no Distrito Federal.

A competição tem regatas nas classes ILCA 6, 420, Iqfoil Júnior e 29er. O Janga tem representantes nas classes 29er e ILCA 6.

Velejadores do Jangadeiros na Copa da Juventude:

Classe 29er

Lucas Rech Geye e Lucas Seelig Althaus (sub-19)

Lara Miyuki Nakamura e Gael Gouvea (sub-19)

ILCA 6

Pedro Poyastro Rosa (sub-19)

Marco Antônio Twardowski Raymundo (sub-19)

Leonardo Bottini Anzolch (sub-16)

Gustavo Lamego Coronel (sub-19)

Francisco Dal Ri (sub-19)

Marina Kist (sub-21)

Gabriel Szabo (sub-19)

Giovanne Pistorello e Gabriel Simões representam o Janga no Campeonato Brasileiro de 29er, em São Paulo

É dada a largada do Campeonato Brasileiro da Classe 29er, no Yacht Clube Santo Amaro, São Paulo!

Bons ventos para a nossa dupla Giovanne Pistorello e Gabriel Simões! A primeira regata inicia às 13h. Com a previsão de até 10 duplas, a Represa Guarapiranga sediará regatas até domingo (28).

Bruno Kneipp e Ian Paim defendem a camiseta do Janga no Mundial da Juventude, na China

O futuro da vela brasileira começa a sair do papel e entrar na água. Com 14 jovens velejadores, a delegação brasileira disputa o Mundial da Juventude, em Sanya, na China, campeonato realizado em parceria com o CBC (Comitê Brasileiro de Clubes). As regatas acontecem de 10 a 15 de dezembro, nas classes RS:X (masc. e fem.), 420 (masc. e fem.), Laser Radial (masc. e fem.), 29er (masc. e fem.) e Nacra 15 (aberta para duplas masculinas, femininas ou mistas). As primeiras estão previstas para esta segunda (11) e por causa do fuso, no horário de Brasília a competição começa na madrugada de domingo para segunda-feira.

Breno Kneipp e Ian Paim, nossos velejadores atuais campeões brasileiros na classe 29er, com muito orgulho, fazem parte da delegação que embarcou, na segunda, para competir no Mundial. A dupla vai defender a camiseta do Janga na categoria que os consagrou e os fez conquistar títulos importantes como o Estadual, o Sul-americano, o Interclubes e a Copa da Juventude, além do Brasileiro.

No domingo, a dupla participa da cerimônia de abertura do campeonato e na segunda (11) corre a primeira regata. A competição termina na sexta (15) com a solenidade de encerramento e premiação dos campeões.

O Brasil estará representado em todas as classes, com oito velejadores e seis velejadoras. A vela brasileira tem uma história de muitas conquistas no Mundial da Juventude, incluindo os ouros de Robert Scheidt (1991), Martine Grael e Kahena Kunze (2009), atletas que depois se tornariam medalhistas em Jogos Olímpicos. Nessa edição, nomes importantes da vela brasileira estarão presentes: André de Mari Fiuza, SP, Erik Gunnar Hoffmann, SC, Christine Marie Reimer, Santo Amaro (SP), Daniel Rocha Pereira, RJ, Carlos Eduardo Lins Monteiro Lopes, BA, entre outros.
Bons ventos a nossa delegação!

Bons ventos e sorte aos nossos velejadores!

Em entrevista, Robert Scheidt fala sobre os desafios de competir na 49er e deixa recado para os mais jovens

A partir das 19h de hoje (5), inicia a Copa Brasil de Vela. Mas enquanto os barcos não vão para a água, aproveitamos para falar com o medalhista olímpico Robert Scheidt. Durante a entrevista, minutos antes do treino, ele falou sobre a expectativa de começar em uma nova classe e da importância de preparar as futuras gerações olímpicas do Brasil.

Falando sobre o 2º Descobrindo a Vela no Jangadeiros, evento realizado no Clube neste domingo, ele também relembrou o seu início no esporte. “A vela é um esporte em que você interage com os elementos da natureza e foi isso que sempre me atraiu quando eu era jovem e começava no Optimist. Eu gostava do simples fato de colocar o meu barco na água e usar a força do vento, interagir com o ambiente”.

Confira a entrevista completa a seguir.

Como está sendo esse desafio de competir na 49er depois de tanto tempo no Laser?

É bem motivador! Eu que sempre velejei em barcos lentos, que possuem uma tática diferente, agora inicio em um extremamente rápido, com três velas e proeiro, que requer muita agilidade. É uma mudança grande, mas estou gostando muito. Tenho a sensação de que me completa como velejador aprender a competir em um barco assim. Ainda é cedo, eu velejei poucas vezes na 49er, então tenho muito o que melhorar, mas tenho um excelente proeiro, o Gabriel, com uma boa bagagem, o que ajuda muito. Estou bem feliz em estar aqui, em Porto Alegre, um lugar que sempre tive prazer em competir.

E o que tu podes nos dizer sobre essa raia aqui do Guaíba em que vais competir?

É uma raia muito dinâmica e, pelo Guaíba ser raso, há uma onda picada que dificulta bastante a condução do barco. O vento também é bom, mas você tem a chance de ter uma semana de vento fraco. Então, basicamente é preciso estar pronto para tudo aqui.

Até ontem tivemos o Brasileiro de 29er aqui no Jangadeiros, uma classe jovem que é como uma preparação para a 49er. Que recado você pode deixar para essa nova geração?

Eu acho que o 29er é um barco muito bom, especial para você ir ganhando experiência, já com proeiro e com balão assimétrico, em um esquife, que é o mesmo modelo do 49er. Então, começar cedo nesse barco já é um grande passo. Espero que a gente estimule cada vez mais essa classe, que precisa crescer bastante para depois termos esses velejadores migrando para a 49er, que aí o sonho olímpico começa a ser despertado.

Hoje tivemos o Descobrindo a Vela, que abriu as portas do Jangadeiros para os pequenos. O que a vela pode trazer para essas crianças?

Acho que é essa a mensagem: a criança que vai velejar não tem que ter o intuito de virar um campeão, mas de ter prazer naquilo e viver em um ambiente saudável para, aos poucos, criar o instinto competitivo. Mas isso é até secundário. O principal é você aprender um esporte novo e maravilhoso como é a vela.