Campeonato, realizado pelo clube Veleiros do Sul, teve início neste final de semana com regatas barla-sota no sábado (14) e a regata média no domingo (15).

O Clube dos Jangadeiros iniciou neste final de semana, dias 14 e 15 de setembro, a disputa do 28º Circuito Conesul de Vela de Oceano com oito embarcações nas regatas da classe IRC, em competição promovida pelo Veleiros do Sul.

O Abaquar, do Comandante Lucas Mazim, está entre os primeiros do campeonato, na terceira colocação da classificação geral. O veleiro ficou na sexta colocação na regata média, realizada na tarde deste domingo, 15 de setembro.

“As regatas de percurso médio são bem difíceis, devido as variações de vento. Nós tivemos uma largada muito boa e conseguimos velejar livre no início do contravento, mas, logo após passar o par da Piava, o percurso ficou muito limitado e acabamos tendo dificuldades durante o percurso. Conseguimos recuperar e terminar em sexto, o que garantiu que mantivéssemos uma boa média e ficássemos em terceiro no geral”, disse Lucas.

Os barcos Kamikaze XI (1º), de Augusto Moreira, e Spin (2º), de Kadu Bergenthal, ambos do Veleiros do Sul, lideram na classe IRC. Fechando o top 5, o Caulimaran, do Comandante Emílio Strassburger, do Clube dos Jangadeiros, está na quinta colocação.

“Acho que as primeiras regatas foram muito legais, pois conseguiram unificar todas as categorias em uma só, na IRC, garantindo um grande número de barcos na raia. Isso faz com que as regatas fiquem bem disputadas e tenhamos variações nas posições e nas vitórias. Foram regatas difíceis, de vento rondado e fraco, mas estamos empolgados para melhorar nossos resultados nas próximas regatas e subir na classificação”, ressalta Emílio.

No sábado, 14 de setembro, foram realizadas as duas primeiras regatas barla-sota do campeonato. O barco San Chico 3, do Comandante Francisco Freitas, teve um grande início no dia, garantindo a vitória na primeira regata e um 2º lugar na segunda, ambas com o tempo real e o corrigido. Porém, na regata média deste domingo, o veleiro infelizmente encalhou e teve que abandonar a regata. Com isso, o San Chico está na nona colocação.

“Depois do início muito positivo nas duas primeiras regatas, hoje (15) foi um dia bem difícil para nós. Foi uma largada difícil para a regata média, quebramos o burro do barco, mas conseguimos recuperar e garantir a primeira colocação antes da Ponta Grossa, em uma grande disputa com o barco Loyalty 06. Porém, em uma escolha errada e um erro de navegação, acabamos encalhando faltando meia milha para a montagem da boia, próximo à Ilha Chico Manoel”, conta Francisco Freitas.

O comandante ainda destaca a força e trabalho para tentar achar alguma maneira para sair da situação. “Enfim, embora tenha acontecido isso, tenho certeza que esse fato não vai atrapalhar nossa tripulação, pois temos mais três regatas pela frente e, com cinco regatas, já temos o descarte. Logo, estamos contando com bons resultados para descartar a regata de hoje e nada como um dia após o outro para nos concentrarmos e buscarmos a conquista deste campeonato e fazer uma boa recuperação. Agradecemos a torcida de todos e esperamos conseguir recuperar os resultados na próxima semana”, completa.

No próximo final de semana, dias 20, 21 e 22 de setembro, as embarcações participarão da 49ª Regata Troféu Seival (classe IRC e Bico de Proa), a 30ª Regata Troféu Farroupilha (RGS e Microtonner 19) e o 22º Velejaço Farroupilha.

Clique aqui e confira a súmula parcial.